Mais de 560 imóveis disponíveis

Buscas por imóveis Minha Casa Minha Vida aumentaram em 40%

O segundo semestre de 2018 registrou um aumento de mais de 40% nas buscas por imóveis que se enquadram nos critérios do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV).

Segundo dados divulgados pelo Portal Imovelk, o segundo semestre de 2018 registrou um aumento de mais de 40% nas buscas por imóveis que se enquadram nos critérios do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV).

“Atentas a um mercado menos sensível à crise, importantes incorporadoras com atuação no segmento de médio e alto padrão resolveram apostar no segmento econômico em 2018”, revela Sergio Langer, CEO do Imovelk.

Criado em 2009 através de parcerias com estados e instituições financeiras, o Programa Minha Casa Minha Vida possibilita a aquisição da casa ou apartamento próprio para famílias de baixa renda.

Levantamento da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) mostra que os imóveis dentro do programa habitacional responderam por 72% dos lançamentos no País, e 65% das vendas em 2018.

O déficit habitacional no Brasil é muito alto. De acordo com o estudo “Análise das necessidades habitacionais e suas tendências para os próximos dez anos”, realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) para a Associação Brasileira das Incorporadoras (Abrainc) em 2018 o déficit habitacional chegou a 7,77 milhões de moradias, o maior número desde 2007.

O gasto excessivo com aluguel pressiona o déficit habitacional no Brasil. Entram nessa conta famílias que possuem renda de até três salários mínimos e gastos superior a 30% da renda com aluguel do imóvel onde vivem.

Website: http://www.imovelk.com.br